Como fazer Nó de Gravata

Diversas
8 set 2013
422 Acessos

Normalmente, os homens não precisam se preocupar muito com a roupa que vestem. Basta uma calça, uma camisa, uma gravata e um terno e pronto, o homem já passa a impressão de seriedade, respeito, profissionalismo e responsabilidade. No entanto, não é bem assim. Se é exigida boa aparência para as mulheres também é exigido o mesmo para os homens em um ambiente de trabalho. Por isso, não se pode demonstrar desleixo com a roupa, pois sempre haverá alguém, por exemplo, que irá reparar no nó da gravata.

Aliás, fazer corretamente o nó da gravata não é para qualquer homem. Muitos não tem noção de como fazer o nó da gravata e recorrem sempre a mulher ou a amigos quando é necessário. Os homens esquecem, porém, que a gravata é peça chave no vestuário masculino, sobretudo em ocasiões formais, e que o tipo e o nó de gravata escolhidos irão imprimir personalidade a um traje social.

Há diversos tipos de nós de gravata, sendo que uns combinam mais com gravatas de boa qualidade enquanto que outros são mais indicados para ocasiões menos formais. Além do mais, tentar fazer certos nós complexos em gravatas de menor qualidade será praticamente impossível.

Além de prestar atenção no nó da gravata é importante o homem reparar que a ponta da gravata sempre deve estar na altura da ponta da fivela do cinto, não importa se ele é gordo, magro, alto ou baixo, e que a altura do prendedor é no meio da gravata.

Como fazer nó de gravata simples

Aprenda a seguir a fazer o nó de gravata simples, o mais fácil e mais usado.

Preparação do nó de gravata simples: Coloque o colarinho da camisa todo para cima e feche o primeiro botão. Ajeite a gravata em volta do colarinho/pescoço do seguinte modo: se você tiver média estatura, a ponta deve tocar no cinto. Para homens mais altos, pode ser um pouco acima. Se você for mais baixinho, pode preferir o nó duplo (veja o segundo vídeo mais adiante).

Passo a passo:

Passo 1: Cruze a parte larga da gravata sobre a parte estreita, por baixo do colarinho.

Passo 2: Deslize a parte larga da gravata sob a parte estreita.

Passo 3: Envolva a parte larga da gravata sobre a parte estreita.

Passo 4: Passa a parte larga da gravata para cima e por baixo da gravata coloque a ponta dentro do nó. Deslize a parte larga da gravata.

Passo 5: Puxe devagar a parte larga da gravata para apertar o nó.

Passo 6: Dê os últimos ajustes no nó, deixando-o no último botão do colarinho.

Obs: A parte estreita da gravata ficará por trás do nó, não devendo ser vista. A ponta mais larga deve ficar na linha da cintura, como explicado acima.

http://www.youtube.com/watch?v=Q8LQgSSrn2E

Nó de gravata Windsor Duplo

http://www.youtube.com/watch?v=zBY1L_OyYEg

Nós de gravata mais conhecidos

A verdade é que a grande maioria das pessoas não sabe diferenciar um nó de gravata, por isso saiba que os mais conhecidos são o Nó de Windsor, o Meio-Windsor, o Nó Americano (“Four-in-Hand”) e o Nó de Shelby (também conhecido como Nó de Pratt). Confira algumas características destes tipos de nós.

Nó Windsor – é o mais elegante, clássico, chique e pomposo dos nós. Também é o mais grosso e volumoso. Nó triangular. Pede camisas mais sofisticadas. por isso combina com colarinhos bem abertos e robustos, como o italiano. Não deve ser feito em gravatas com tecidos grossos, pois o nó ficará muito grande. Combina com camisas mais sofisticadas e gravatas de seda italiana. Ideal para compor um look mais tradicional e usar em situações mais formais.

Nó Meio-Windsor – é mais difícil de fazer do que o nó Windsor. Não é um nó muito grosso nem muito fino. Pode ser usado em gravatas de diferentes tipos de tecido. É bom para gravatas com pouca estrutura e volume. Fica rente ao colarinho.

Nó Americano – também chamado de Four-in-Hand. Um dos mais usados nós de gravata e um dos mais fáceis de fazer. Vai bem na maioria das ocasiões e é melhor usado numa camisa de colarinho clássico. Gravatas de seda não ficam como esse nó, pois ficará muito pequeno.

Nó de Shelby ou (Nó de Pratt) – parecido com o Meio-Windsor. No entanto, na hora de iniciar os movimentos a gravata deve ficar com o lado avesso voltado para fora.

Tipos de nós de gravata

Nó de gravata simples – O mais básico e tradicional dos nós, cai bem com qualquer gravata, colarinho (curtos ou básicos) ou tecido. É o mais fácil de fazer e um dos mais usados. Se assemelha ao nó Americano, com a diferença de uma pequena torção no começo dos movimentos. Combina com os modelos de gravatas mais estreitos, como as gravatas dos Beatles que são febre entre os moderninhos de hoje. Combina com quem quer compor um look mais descolado, com jeans e camisa slim fit.

Nó de gravata duplo – Nó mais elegante e formal, ideal para gravatas feitas de tecidos mais finos, especialmente seda pura. Ele não é muito indicado para baixinhos ou quem tem pescoço curto. Baseado no nó Americano, mas com uma volta a mais. Tem mais recheio que o nó simples e, quando pronto, fica ligeiramente torto, criando mais volume de um dos lados. É bom para gravatas de pouca estrutura.

Outros tipos de nó de gravata:

  • Cruzado
  • Duplo cruzado
  • Nó do Príncipe Albert
  • Zegna
  • Borboleta – essencial no traje black-tie

Assista 3 formas diferentes e fáceis de dar nó de gravata:

http://www.youtube.com/watch?v=GejdxPPI8Xk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do Facebook: